REVISTA RECUPERAR: Acesso

Os empreendedores da Engegraut t√™m hist√≥ria de conhecimento, inova√ß√£o e divulga√ß√£o. De 1994 a 2010 colocou no mercado a Revista RECUPERAR, √ļnico informativo no mundo na √°rea de Patologias da Constru√ß√£o. Foram 90 edi√ß√Ķes, enviadas trimestralmente para um seleto grupo de 1440 assinantes em todo o Brasil e tr√™s pa√≠ses da Am√©rica Latina. Seu conte√ļdo serviu, entre in√ļmeros benef√≠cios √Ä engenharia civil, como porta de entrada para a mat√©ria de Patologias da Constru√ß√£o nas universidades.

Confira por que a Revista RECUPERAR foi e continua sendo refer√™ncia em Patologia das Constru√ß√Ķes:

Ed.01: Pisos epóxicos
(Pisos Industriais)

Economia e praticidade na hora de mudar.

Ed.02: Corros√£o tem fim.
Use Proteção Catodica
(Corros√£o no Concreto)

Este sistema garante o efetivo controle da corros√£o em estruturas de concreto armado.

Ed.03: Recuperando o
concreto aparente
(Concreto)

Com m√©todo e paci√™ncia consegue-se restaurar o concreto aparente arquitet√īnico.

Ed.04: Solu√ß√Ķes praticas para funda√ß√Ķes com recalque
(Métodos de Recuperação)

Microestacas estabilizam e levantam pequenas edifica√ß√Ķes.

Ed.05: O fim da corros√£o ao alcance de todos
(Corros√£o do Concreto)

Ed.06: Detectando a corros√£o com os potenciais da semi-pilha
(Corras√£o no Concreto)

A obrigatoriedade do conhecimento do estado de corros√£o das armaduras do concreto.

Ed.07: Fibras sintéticas
(Concreto)

O agregado que faltava a concretos e argamassas.

Ed.08: Chegaram os metacrilatos
(Concreto)

Metacrilatos de alto peso molecular recuperam trincas, desplacamentos e juntas além de gerem os melhores protetores penetrantes.

Ed.09: Pintura inadequada, emboço comprometido
(Pintura)

Um casamento sem futuro em fachada de edificação, motivado pela utilização de materiais inadequados.

Ed.10: Os mastiques
para sua junta
(Juntas)

A variedade e a qualidade dos mastiques importados v√£o preencher o vazio existente no mercado.

Ed.11: Reforçando o concreto com FIBROCARBON-E
(Reforço Estrutural)

Mais r√°pido que concreto projetado, mais pratico que chapa colada.

Ed.12: Como tornar pisos de concreto duros como rocha
(Pisos Industriais)

Veja como os protetores penetrantes a base de silicatos e fluosilicatos aumentam significativamente a resistência a abrasão do seu piso de concreto.

Ed.13: O que você deve saber sobre hidrofugantes para fachadas e pisos
(Pinturas)

Estes produtos dão um sentido de impermeabilidade a superfície, ao mesmo tempo em que permitem a transmissão do vapor d’água.

Ed.14: Dicas para avaliar o estado de corros√£o no concreto armado
(Corros√£o no Concreto)

Com alguns equipamentos e algumas dieas pode-se descobrir exatamente se ha ou n√£o corros√£o no concreto armado.

Ed.15: Manta Urepóxica, a impermeabilização inteligente
(Impermeabilização)

A modemissima tecnologia da Manta Urep√≥xica substitui, com enormes vantagens, os tradicionais sistemas de impermeabiliza√ß√£o a base de mantas asf√°lticas que necessitam contrapiso e prote√ß√£o mec√Ęnica.

Ed.16: Refor√ßando funda√ß√Ķes com graut qu√≠mico
(Grauteamento Químico)

Esta nova tecnologia torna simples e eficiente os trabalhos do refor√ßo das funda√ß√Ķes.

Ed.17: Recuperando estruturas subaqu√°ticas
(Concreto)

Com os materiais e equipamentos disponíveis no mercado fica fácil recuperar peças submersas.

Ed.18: ZTP
(Corras√£o no Concreto)

A mais eficiente arma contra a corros√£o do concreto armado.

Ed.19: Graut químico acaba com problemas na barragem de Jupiá
(Grauteamento Químico)

A fluidez, a expans√£o e a resist√™ncia do graut qu√≠mico, fun√ß√£o do seu poder aglomerante, substitui com in√ļmeras vantagens as tradicionais caldas de cimento.

Ed.20: Monitoramento Ac√ļstico Impede a Quebra dos Cabos de Estruturas Protendidas
(Concreto Protendido)

Com esta t√©cnica, obt√©m-se informa√ß√Ķes precisas acerca da exist√™ncia de problemas nas eordoalhas, al√©m de sua localiza√ß√£o.

Ed.21: Reforço Estrutural
(Reforço Estrutural)

Alternativas para execução.

Ed.22: Estocagem Secund√°ria ‚Äď a prote√ß√£o do meio ambiente
(Pinturas)

Hoje, j√° n√£o se permite vazamentos ou pingamentos ao redor de vazos, tanques e outros complexos industriais.

Ed.23: Grauteamento Químico
(Grauteamento Químico)

O tratamento de solos e funda√ß√Ķes fica mais f√°cil com os grauts qu√≠micos.

Ed.24: Protegendo o Concreto das Esta√ß√Ķes de Tratamento de √Āgua e Esgotos
(Pinturas)

√Č muito comum constru√≠rem-se ETAS e ETEs, deixando-se o concreto expasto ao ataque qu√≠mico e √† corros√£o bacteriol√≥gica. O resultado s√£o interromp√ß√Ķes no sistema e s√©rios preju√≠zos.

Ed.25: Jaquetas O Interrompem Processo de Cerrosão em Estacas de Pontes Marítimas
(Métodos de Recuperação)

Jaquetas galvênicas (Jaqueta G) moldadas em fibras de vidro e poliéster, tendo tela de zinco em seu interior são a melhor sol opera ainterrupção do processo de corrosão.

Ed.26: Grauteamento Químico em Rochas
(Grauteamento Químico)

Uma estrutura é tão boa quanto a base que a suporta.

Ed.27: Graut Químico de Microcimento
(Grauteamento Químico)

Impermeabilidade e consolidação sem problemas.

Ed.28: Quanto Custa a Corros√£o em Nossas Pontes e Viadutos?
(Corros√£o)

Um simples sistema de monitoramento da corrosão, tanto para estruturas de concreto armado como protendido, acaba ds vez com a gastança das grandes obras de recuperação e, principalmente, com a preocupação dos acidentes.

Ed.29: Epóxis
(Pinturas)

Entende os segredos desses sistemas fant√°sticos de modo a saber como, quando e onde aplic√°-los.

Ed.30: Solos Contaminados
(Método de Recuperação)

Como recuperar solos contaminados por resíduos tóxicos industriais.

Ed.31: Fibras Sintéticas
(Fibras Sintéticas)

As raz√Ķes para se usar este agregado que tanta falta faz a concretos e argamassas.

Ed.32: Corrosão bacteriológica destrói o concreto de fundação
(Corros√£o)

Prédio na costa leste dos EUA teve que ser implodido devido ao colapso das estacas de fundação.

Ed.33: A pastilha antì-corrosão
(Corros√£o)

Definitivarnente, podemos e devemos parar de tratar apenas os efeitos da corrosão nos serviços de recuperação e reforço estrutural. O tratamento da causa está na Pastilha Z.

Ed.34: Corrosão pós recuperação
(Corros√£o)

Viaduto, no Rio de Janeiro, apresenta sintomas de corrosão nas armaduras do concreto dos pilares, 5 meses após obras de recuperação estrutural.

Ed.35: Pisos de concreto
(Pisos Industriais)

O que o cliente deverá saber antes da execução do piso industrial ou comercial.

Ed.36: Eco-impacto
(An√°lise)

Já é possível avaliar estruturas com precisão.

Ed.37: A proteção catódica no concreto armado
(Corros√£o)

Saiba como dimensionar o √ļnico processo que interrompe a corros√£o no concreto armado.

Ed.38: 48 pilares
(Corros√£o)

Com um mínimo de interrupção, três blocos de edifícios tiveram seus pilares reforçados com fibra de carbono.

Ed.39: Qual o melhor epóxi para urna ETE
(Revestimentos Protetores)

As melhores dicas para escolher o sistema epóxico mais adequado a uma estação de tratamento de esgotos.

Ed.40: O PEAD já não é a melhor opção
(Geomembrana)

Saiba porque outras geomembranas estão substituindo as tradicionais de polietileno de alta densidade (PEAD) em serviços de impermeabilização e proteção ambiental.

Ed.41: Fórmula revolucionária promove melhor endurecimento em pisos de concreto
(Pisos Industriais)

Saiba tudo sobre o produto que tornou as fórmulas à base de silicato antiquadas para o endurecimento de pisos de concreto.

Ed.42: Permeation Grouting ou Jet Grouting?
(Métodos de Recuperação)

Saiba porque o Permeation Grouting tem um custo x benef√≠cio melhor que o Jet Grouting na estabiliza√ß√£o de solos e funda√ß√Ķes.

Ed.43: O controle da corros√£o
(Corros√£o)

Em nossa vida di√°ria, j√° n√£o se toleram paraliza√ß√Ķes devido a corros√£o, especialmente aquelas que envolvem interrup√ß√Ķes n√£o programadas, trag√©dia com pessoas ou fatalidades. [...]

Ed.44: Laje protendida reforçada com fibra de carbono
(Métodos de Recuperação)

Saiba, em detalhes, como foi feito o reforço estrutural, em laje protendida, de uma usina geradora de energia, construída em 1957.

Ed.45: Reforçando com barras de fibra de carbono
(Técnicas de Recuperação)

Esta nova tecnologia introduz uma nova forma de reforço nas estruturas de concreto armado e protendido.

Ed.46: A banalização da recuperação estrutural
(Corros√£o)

A aplicação de qualquer material nos trabalhos de recuperação estrutural, devido a corrosão, conduz a estrutura a uma situação de incompatibilidade, com maior corrosão. [...]

Ed.47: √Č prudente usar concreto armado/protendido em ambiente corrosivo sem prote√ß√£o efetiva?
(Corros√£o)

O aço, em ambientes corrosivos, é reativo e desintegra-se. Por que continuamos a usá-lo sem qualquer controle e proteção efetiva?

Ed.48: Você sabe recuperar pisos com overlay de concreto?
(Técnicas de Recuperação)

Dicas para você recuperar pisos desgastados, aplicando overlay de concreto.

Ed.49: O day after epóxi
(Pisos Industriais)

Este revolucion√°rio ep√≥xi, aplicado apenas 24 horas ap√≥s a concretagem, integra-se √† matriz ciment√≠cia em constru√ß√£o, sem impedir que o concreto ‚Äúrespire‚ÄĚ. Conhe√ßa os benef√≠cios desta intera√ß√£o.

Ed.50: Monitoramento preciso e sem erros, √† dist√Ęncia. √Č a fibra √≥tica
(Instrumentação de barragens)

A fibra ótica, ao contrário dos sistemas de monitoramento tradicionais, garante ausência de problemas e precisão absoluta.

Ed.51: Novos decapantes removem tintas, simplificam e até substituem o jateamento
(Técnicas de Recuperação)

Emuls√Ķes aquosas at√≥xicas e biodegrad√°veis levantam pel√≠culas grossas facilmente removidas com esp√°tulas.

Ed.52: Corros√£o e vazamentos interrompem linha de efluentes em concreto protendido
(Corros√£o)

Tubulação desprotegida, interna e externamente, rompe em vários trechos devido à corrosão. Conheça os detalhes de sua recuperação.

Ed.53: A recuperação da barragem do Rio Descoberto
(Impermeabilização)

Primeira barragem brasileira tratada com poliuretano-espuma de √ļltima gera√ß√£o. Revolu√ß√£o na arte de impermeabilizar com inje√ß√£o.

Ed.54: Fita de fibra de carbono. Eficiência e rapidez no reforço estrutural
(Métodos de Recuperação)

Conheça todas as vantagens deste novo produto que premia essencialmente a praticidade.

Ed.55: A hora e a vez dos Silanos Inibidores
(An√°lise)

Conhe√ßa tudo o que o concreto armado-protendido queria: hidrofuga√ß√£o sem pel√≠cula e agentes i√īnicos inibidores da corros√£o em um s√≥ produto.

Ed.56: Estacas de pontes e piers versus √°gua salgada
(Corros√£o)

Conheça os segredos desta guerra declarada, as estratégias de ataque da água salgada, os caminhos da destruição das estacas e as formas supereficientes de proteção contra a corrosão da aço.

Ed.57: GROUTING. A modificação química do solo como forma de estabilização e impermeabilização
(Recuperação do solo)

[...] Conheça o grounting, terapia 100% química para o solo através da injeção de polímeros.

Ed.58: Manta de fios de aço
(Métodos de Recuperação)

Conheça uma nova maneira de reforçar estruturas com tecido de fios de aço torcidos com ultra alta resistência.

Ed.59: Depósito de rejeitos
(Meio Ambiente)

A aspersão de resinas específicas e a forração do terreno com compósitos naturais é a forma mais barata e eficiente de restituir a condição de ausência de contaminação.

Ed.60: Compaction Grouting
(Tratamento de solos)

Esta técnica promove a formação de bulbos e colunas, além da compactação estática horizontal do solo. Tem 50 anos e só agora está entre nós.

Ed.61: Cultura técnica, patologias e repairbusiness
(An√°lise)

A história da recuperar.

Ed.62: Tratamento da corrosão em estacas de pontes. A situação 20 anos após
(Corros√£o)

Conheça os detalhes do relatorio do Departamento de Estradas de Rondagem dos EUA sobre a situação das estacas tratadas há 20 anos com proteção catódica.

Ed.63: Edifícios
(An√°lise)

Como est√° a situa√ß√£o estrutural da edifica√ß√£o? Porque edif√≠cios continuam a cair? Quais os crit√©rios para uma an√°lise segura? Conhe√ßa todas as diretrizes do novo Report do American Concrete Institute sobre a avalia√ß√£o da resist√™ncia das edifica√ß√Ķes.

Ed.64: Edifícios II
(An√°lise)

Novas informa√ß√Ķes sobre o estado da arte de avalia√ß√£o da resist√™ncia das edifica√ß√Ķes, com base no novo report do ACI.

Ed.65: Trincas em pisos e pavimentos de concreto
(An√°lise)

Você sabe o que está fazendo? Injeção, cortes biselados e preenchimento com argamassas chipadas. Engenheiros e técnicos ainda tratam trincas em pisos desta maneira. Veja o quanto este mito é prejudicial à sua obra.

Ed.66: Pontes e viadutos sob impactos
(An√°lise)

Nossos viadutos freq√ľentemente recebem impactos de ve√≠culos, causando fissuras e afetando sua estabilidade. Como checar os danos e o tratamento imposto?

Ed.67: Consolidação Profunda
(Solos)

Um novo método de consolidação profunda para solos moles ou fofos viabiliza obras até então impraticáveis.

Ed.68: Cura incompleta
(Pinturas)

Entenda um dos principais fatores que causam o insucesso nas pinturas de proteção.

Ed.69: Injeção de epóxi?
(An√°lise)

Idéias simples, eficientes e modernas sobre epóxis e equipamentos para injeção. Muitos motivos para abandonarmos de vez a antiga e imprópria técnica de injeção com mangueirinhas e com resinas inadequadas.

Ed.70: Armaglass?
(Reforço Estrutural)

Conheça a manta de fibra de vidro estrutural pré-impregnada. Mais um excelente compósito para os serviços de reforço estrutural.

Ed.71: Full contact
(An√°lise)

O proibido contato de superf√≠cies de concreto armado-protendido com despejos ainda √© comum entre n√≥s. Conhe√ßa todas as implica√ß√Ķes e os modernos revestimentos utilizados no mercado norte-americano.

Ed.72: Carga pesada I
(Solos)

Ou o que todo projetista deve saber sobre subleitos e sub-bases para dimensionar pisos industriais.

Ed.73: Voc√™ ainda acredita em ‚Äúrecupera√ß√£o estrutural‚ÄĚ motivada por corros√£o, feita com pintura de argamassa ciment√≠cia polim√©rica com inibidor de corros√£o?
(Corros√£o)

Conheça a intimidade destes produtos que prometem, não cumprem e estão cheios de efeitos colaterais.

Ed.74: CSI nas obras
(An√°lise)

T√©cnicos e engenheiros podem e devem investigar a cena do ‚Äúcrime‚ÄĚ, igual a s√©rie CSI da TV, de modo a entenderem suas patologias.

Ed.75: Repairbusiness 2020
(An√°lise)

Conheça as tendências do repairbusiness para 2020 e prepare sua empresa.

Ed.76: O fim das telas de aço
(Pisos Industriais)

Conheça todas as vantagens das telas feitas com fibras poliméricas ultra resistentes que estão substituindo as de aço em pisos de ambientes corrosivos.

Ed.77: Nova tecnologia de investigação garante a checagem das estruturas com cabos protendidos não aderidos.
(An√°lise)

Ed.78: A mágica dos polímeros
(Solos)

Até onde vai a eficiência das argamassas polimerizadas utilizadas nos serviços de recuperação? Como se processa a inclusão dos polímeros na complexa matriz cimentícia? Faça uma análise crítica e decisiva a partir de agora.

Ed.79: Funda√ß√Ķes Problem√°ticas
(Patologias)

Engenheiros e t√©cnicos convivem com toda sorte de funda√ß√Ķes problem√°ticas que necessitam de monitoramento espec√≠fico, tanto da estrutura quanto do solo suporte. Conhe√ßa a tecnologia do monitoramento √≥tico da estrutura e uma s√©rie de modernos equipamentos.

Ed.80: 2008 - Os caminhos do Repairbusiness
(Métodos de Recuperação)

Qual a atual situação do mercado da arte de recuperar?
Quais as tendências para 2008? Os engenheiros Joaquim Rodrigues e Silvio Andrade, especialistas, respondem.

Ed.81: Porto inseguro
(Corros√£o)

Estacas de um importante porto industrial apresentavam avançado estado de corrosão. O tratamento, com Jaqueta G, interrompeu integralmente a corrosão e restituiu a integridade estrutural perdida.

Ed.82: Ouça as estruturas
(Instrumentação)

Edifica√ß√Ķes, pontes, barragens e at√© plataformas offshore j√° t√™m pequenos sensores que monitoram toda a atividade estrutural diretamente para laptops, monitorando-a.

Ed.83: O futuro das tintas e revestimentos
(Pintura)

Conferências européias apresentaram as novas tendências para as tintas e revestimentos de proteção, além de boas novidades.

Ed.84: Recuperando com overlays de concreto
(Métodos de Recuperação)

Novos conceitos para recuperação de pavimentos rígidos e flexíveis facilitam e dinamizam esta técnica.

Ed.85: Durabilidade equivocada
(Patoloigias)

Engenheiros e t√©cnicos costumam associas durabilidade do concreto com sua resist√™ncia mec√Ęnica. Entre em sintonia com o ACI 2008 para, definitivamente, entender o conceito de durabilidade.

Ed.86: Corros√£o cobra ped√°gio
(Corros√£o)

EUA: ponte cai com perdas de vidas e tomam-se atitudes. Bastaram dois anos após a queda da Ponte de Mineapolis para governos estaduais e federais americanos implantarem um rígido conjunto de leis de checagem e recuperação de todas as pontes do país. [...]

Ed.87: Consolidação Profunda Radial
(Solos)

Uma nova e revolucionária tecnologia de melhoramento de solos moles substitui, com vantagens, as técnicas tradicionais.

Ed.88: Tratando solos contaminados com a técnica
Solidificação/Estabilização
(Solos)

Mexer em solos contaminados é extremamente problemático.
A t√©cnica SS √© a solu√ß√£o mais pr√°tica e econ√īmica para o problema.

Ed.89: O microconcreto autorrecuper√°vel
(Reforço Estrutural)

Imagine um concreto que possui flexibilidade, pouco susceptível à formação de trincas e fissuras e, mesmo assim, automaticamente monolitizadas. Este material já existe.

Ed.90: Engenharia diagnóstica:
(Engenharia Diagnóstica)

O novo radar que investiga solos e concretos.