GROUTING QU√ćMICO EXPANSIVO

A grande vantagem do grouting expansivo em rela√ß√£o ao grauteamento tradicional com calda de cimento, em especial o jet grouting (jato de alta press√£o de calda de cimento, que rompe, escava e se mistura ao solo) est√° no equipamento e no tipo de material a ser injetado. Enquanto o primeiro necessita apenas de uma pequena perfuratriz e uma bomba airless do tamanho de uma simples hidrojateadora, permitindo o trabalho, tanto dentro de pequenos t√ļneis ou minas como na superf√≠cie, em pequenos espa√ßos do canteiro de obras, o segundo, tem no equipamento o seu maior entrave, j√° que √© grande e caro, havendo certas limita√ß√Ķes para se trabalhar em de obras subterr√Ęneas.

O grauteamento qu√≠mico de solos, que normalmente emprega l√≠quidos que apresentam baix√≠ssimas viscosidades, algo em torno de 20cps, permeia facilmente por solos de baixa permeabilidade, modificando suas propriedades em torno dos elementos estruturais. Por exemplo, no caso mais comum de t√ļneis, grauteia-se ao longo do teto formando-se um ‚Äúanel‚ÄĚ de refor√ßo, ao mesmo tempo em que se impermeabiliza, n√£o criando sobrecargas (ao contr√°rio das caldas de cimento). Para as situa√ß√Ķes onde se deseja escavar o terreno com seguran√ßa e estanqueidade, procede-se uma linha de furos ao redor da obra e abaixo da cota de escava√ß√£o, de modo a estruturar o solo e impedir a penetra√ß√£o d‚Äô√°gua.

Existem situa√ß√Ķes em que a empresa de grauteamento qu√≠mico √© contratada para otimizar o processo construtivo. Por exemplo, uma construtora poder√° executar grauteamento qu√≠mico antes ou durante a escava√ß√£o, de modo a parar ou reduzir o fluxo d‚Äô√°gua dentro da futura obra.

Esta medida reduzirá os custos tradicionais de rebaixamento do nível freático e aumentará substancialmente a eficácia da obra, com a vantagem de que a futura estrutura não ficará sujeita a carga hidrostática, após a sua execução, o que ocorre tradicionalmente com o desligamento do sistema de rebaixamento.

OS TIPOS DE GROUTING EXPANSIVOS PARA SOLOS

Para quem n√£o sabe, o grauteamento qu√≠mico de solos tamb√©m come√ßou no final do s√©culo XVIII, injetando-se silicato concen-trado e catalisador em furos separados. Este processo perdurou at√© 1950. Ap√≥s essa data, incorporaram-se novas subst√Ęncias aos silicatos, utilizando-se novos catalisadores.

Paralelamente, foram desenvolvidas novas subst√Ęncias, havendo hoje tr√™s formula√ß√Ķes b√°sicas, a saber:
  • Grout de poliuretano hidroativado.
  • Grout √©ster sil√≠cico.
  • Grout benton√≠tico.
Para todas estas formula√ß√Ķes, dever-se-√° analisar a granulometria do solo, suas propriedades e a natureza da obra.


SOLOMAX

O SOLOMAX √© uma resina org√Ęnico-mineral importada, projetada para ser injetada em solos, atrav√©s da t√©cnica de Permeation Grouting, objetivando-se sua estabiliza√ß√£o ou consolida√ß√£o. O tempo de forma√ß√£o do gel √© ajust√°vel de acordo com as necessidades da obra. A resina penetra no solo gra√ßas a sua baix√≠ssima viscosidade (10cps) aglomerando-o em apenas 24 horas. No caso de solos saturados dever-se-√° fazer uso da calda de cimento que, aplicada com a resina, promover√° uma r√°pida modifica√ß√£o do solo. SOLOMAX √© apropriado para o contato com √°gua pot√°vel. A qu√≠mica do SOLOMAX n√£o √© afetada pela presen√ßa de √°gua no solo. Mesmo com a presen√ßa de fluxos d'√°gua e press√£o hidrost√°tica pode ser promovida a rea√ß√£o do SOLOMAX com solo.

A técnica de grouting

Utiliza-se Permeation Grouting (PG) com a cravação de tubos metálicos em uma ou duas etapas*. A quantidade de resina a ser injetada é feita após a análise da sondagem. SOLOMAX é injetado com bomba mono componente.

* Entre em contato com nosso Departamento Técnico.



Estabiliza√ß√£o de solos e funda√ß√Ķes

SOLOMAX é injetado em praticamente todos os solos. A resina, que funciona como aglomerante penetra nos interstícios do solo, formando um grande e rígido bloco com o solo, modificando-o quimicamente. Sugere-se a utilização de PG, em duas etapas, para determinados tipos de solos, tipo turfas, injetando-se inicialmente SOLOMAX, a medida em que o tubo é cravado.

Uma vez o tubo na profundidade programada, far-se-á a injeção da calda de cimento, à medida em que remove-se o tubo. SOLOMAX atua em solos argilosos e arenosos.

Aplica√ß√Ķes

  • Estabiliza√ß√£o de funda√ß√Ķes, sejam sapatas, estacas ou tubul√Ķes.
  • Cortinas subterr√Ęneas imperme√°veis.
  • Obras de conten√ß√£o.
  • Estabiliza√ß√£o de barragens de terra.
  • Estabiliza√ß√£o de solos de rodovias e pontes.

O POLIURETANO SOLO ESTABILIZADOR

O principal produto utilizado em obras de grauteamento químico de solos é o poliuretano hidroativado solo estabilizador (PH Solo) que oferece os seguintes benefícios:
  • Refor√ßo imediato de elementos de funda√ß√£o sejam estacas, sapatas ou tubul√Ķes.
  • Consolida√ß√£o de terrenos de funda√ß√£o.
  • Barreiras ou barragens subterr√Ęneas, promovendo o aproveitamento total da √°gua do solo. O produto √© at√≥xico.
  • Barragens subterr√Ęneas em processo de contamina√ß√£o do solo e da √°gua fre√°tica.
  • Viabilidade r√°pida em obras de escava√ß√£o, inclusive com estanqueidade (controle permanente do len√ßol fre√°tico) na regi√£o escavada, acabando de vez com os chamados limites de infiltra√ß√£o toler√°veis.
  • Pela modifica√ß√£o das caracter√≠sticas do solo, promove a interrup√ß√£o de processos de recalque diferencial danosos √†s estruturas. Sua viscosidade, pr√≥xima √† da √°gua, permite que permeie por solos considerados imperme√°veis a trabalho de refor√ßo tradicional.
  • A simples aspers√£o do produto em camadas horizontais de 30cm de solo, seguindo-se da compacta√ß√£o, promove a execu√ß√£o de maci√ßos est√°veis e estanques.
Para se ter uma id√©ia, nas misturas de argila com este graut qu√≠mico consegue-se cerca de 150kg/cm¬≤ de resist√™ncia √† compress√£o simples e com areias cerca de 500kg/cm¬≤. Em solos saturados poder-se-√° utilizar um segundo componente, de modo a promover-se a expans√£o do graut injetado em cerca de vinte vezes, tomando todos os vazios por onde a √°gua se encontra, deslocando-a e agregando o solo. Com isto, consegue-se dar estanqueidade √†s massas de solo, importante para barragens de terra, escava√ß√Ķes, al√©m de interromper processos de recalques diferenciais como os que ocorrem nas edifica√ß√Ķes em Santos. O custo deste graut qu√≠mico √© superior ao dos outros apresentados.




GROUT √ČSTER SIL√ćCICO

O segundo produto, utilizado com bastante freq√ľ√™ncia em trabalhos de grauteamento qu√≠mico, √© o graut √©ster sil√≠cico que, basicamente, promove apenas a consolida√ß√£o de terrenos de funda√ß√£o. Uma excelente aplica√ß√£o do graut ester sil√≠cico √© na forma√ß√£o de maci√ßos argilosos, siltosos ou arenosos em substitui√ß√£o a paredes atirantadas que d√£o suporte a solos. O graut ester sil√≠cico √© um excelente aglomerante nas situa√ß√Ķes onde n√£o h√° presen√ßa do len√ßol fre√°tico. Sua aplica√ß√£o √© extremamente simples, bastando formar a camada de solo com cerca de 30cm proceder √† asper√ß√£o do graut qu√≠mico com um simples regador e compactar com sapo ou rolo p√© de carneiro. Embora limitado a servi√ßos apenas de refor√ßo do solo de funda√ß√£o, √© de bastante uso j√° que √© bem mais barato que o PH solo.


GROUT BENTON√ćTICO

O terceiro produto utilizado em serviços de grauteamento químico é o graut bentonítico que, essencialmente por ser hidrófilo e ter características coloidais promove a impermeabilização nos contatos concreto/solo de paredes de fundação ou barragens.